AINDA NA POUPANÇA? APRENDA A GANHAR O DOBRO E COM MAIS SEGURANÇA (GARANTIDO!)

Se você tem algum dinheiro parado na poupança que não vai utilizar tão cedo, este artigo é para você.

Nas próximas linhas você vai conhecer o investimento que vai te garantir ganhar mais que o dobro da poupança e com mais segurança. 

Parece milagre? E é mesmo! O milagre dos juros compostos da renda fixa brasileira. Leia para entender.

ENTENDA COMO FUNCIONA A RENTABILIDADE DA POUPANÇA


Antes de 04 de maio de 2012 os juros pagos pela poupança correspondiam a taxa fixa de 6,17% ao ano + TR.

TR é a sigla dada para a Taxa Referencial criada no Plano Collor II para substituir antigos cálculos de correção monetária. Uma taxa que acrescenta tão pouco à rentabilidade da poupança que nem vale a pena se estender.

A partir dessa data o rendimento da poupança passou a depender da variação da taxa Selic do seguinte modo:

  • Com Selic maior que 8,5%, a taxa de juros da poupança permaneceu fixa em 6,17% ao ano + TR.
  • Com Selic menor ou igual a 8,5%, a taxa de juros da poupança passou a corresponder a 70% da Selic + TR.

Veja no quadro abaixo que a taxa outrora fixa passou a ser o rendimento máximo da poupança, abrindo espaço para que ela renda menos do que na regra anterior.

Selic Rendimento da Poupança
9,00% 6,17%      ↑ Fixo
8,75% 6,17%
8,00% 5,95%      ↓ Variável
7,75% 5,78%

Hoje a taxa Selic está em incríveis 14,25% ao ano. Uma das maiores taxas de juros do mundo. Para você ter uma ideia, nessa mesma data, a taxa básica de juros dos Estados Unidos é de apenas 0,25% ao ano.

Entendido que na poupança, na melhor das hipóteses, você irá ganhar apenas 6,17% ao ano + TR?

Vamos em frente.

TÍTULO PÚBLICO É MAIS SEGURO QUE A POUPANÇA


É possível que a vida inteira você tenha ouvido falar que a poupança é a aplicação mais segura que existe. Talvez você acredite firmemente nisso.

Mas você sabia que caso o banco onde seu dinheiro está depositado quebre, você só tem a garantia de recuperar até o limite de R$ 250.000?

Esse é o valor máximo estabelecido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito), uma espécie de seguro de contribuição compulsória a todas as instituições financeiras.

Não se sabe até que ponto essa garantia é confiável, pois até hoje ela só foi utilizada durante o processo falimentar de bancos menores.

E mesmo que seja completamente honrada, esteja certo que você não irá recuperar seu dinheiro instantaneamente. O processo de liquidação de uma instituição financeira passa por uma série de etapas, dentre elas a intervenção do Banco Central e a realização de inúmeras auditorias. E você ainda pode ser convidado a provar o quanto tinha no banco.

Justamente por essa falsa ideia de ser a aplicação mais segura, a poupança é a primeira opção que vêm à mente de muita gente quando pensa em investir. Além disso, os bancos costumam explorar a falta de conhecimento dos investidores ao “vender” a poupança como algo melhor do que realmente é.

Por que o título público é mais seguro que a poupança?

A maneira mais segura de investir é emprestar dinheiro para o Governo. Isso é feito através dos títulos públicos.

Através do Tesouro Nacional o Governo Federal emite e vende títulos para financiar a dívida do país, isto é, a diferença entre as despesas e a arrecadação, com a promessa de comprá-los de volta do investidor em uma data futura, por um preço maior que o realizado na venda.

Esses títulos podem ser pré ou pós-fixados, indexados à Selic ou à inflação, e têm prazo de vencimento e modo de remuneração já definidos no momento da emissão.

Por que emprestar dinheiro para o Governo?

Porque é o menor risco possível dentre todas as opções de investimento. É o chamado risco soberano. Mesmo endividado, somente o Governo possui uma fonte de recursos inesgotável e por isso corre menos riscos que os bancos.

Em último caso, o Governo possui instrumentos exclusivos para quitar suas dívidas, como aumentar impostos ou emitir mais moeda.

Trocando em miúdos: o risco do Governo é o risco do país quebrar completamente. E se isso acontecer, todos os bancos já terão quebrado antes.

Por corolário lógico, ninguém deveria investir em aplicações com rendimento inferior aos títulos públicos.

Salvo pelo fator liquidez – nesse caso sim, a poupança é o mais indicado, pois o dinheiro pode ser resgatado instantaneamente, enquanto nos títulos públicos você terá de aguardar pelo menos 1 dia útil.

Por que o Governo toma dinheiro emprestado se pode emitir mais moeda?

Se emitir mais moeda o Governo vai aumentar a oferta de dinheiro na economia. Isso reduziria o poder de compra da moeda, gerando inflação, justamente o que o Governo e ninguém quer.

RENDA FIXA COM RENTABILIDADE LÍQUIDA DE DOIS DÍGITOS. NO BRASIL TEM!


Guarde bem o nome desta aplicação:

TESOURO PREFIXADO 2021

Ela reúne neste momento uma condição sui generis no mercado financeiro brasileiro. Mesmo em termos globais, dificilmente exista em outro país uma aplicação com relação risco x retorno tão favorável.

O Tesouro Prefixado 2021 é um dos diversos títulos públicos emitidos pelo Governo Federal. Como o nome sugere, é um título prefixado, ou seja, no momento da aplicação você já saberá exatamente a taxa de juros que seu investimento irá render.

O número 2021 indica o ano de vencimento do título, isto é, quando você receberá de volta o dinheiro que aplicou acrescido dos juros.

Pois o título Tesouro Prefixado 2021 está rendendo na data que escrevo este artigo incríveis 15,90% ao ano, com vencimento em 01/01/2021.  Se você não está acostumado com os títulos públicos ou com os investimentos de renda fixa em geral, eu te asseguro, esse rendimento é espetacular.

Muitos estrangeiros, inclusive, procuram os títulos brasileiros para investir. Lembra-se quanto está a taxa de juros americana que mencionei acima?

“Ok Rômulo, me mostre exemplos de quanto eu posso ganhar se tirar meu dinheiro da poupança para aplicar nesse título que você escreve ai.”

Vamos lá! Para que você tenha uma noção do quanto está perdendo por deixar dinheiro parado na poupança, acompanhe estas 3 simulações, para diferentes tipos de bolsos, todas sobre múltiplos de 10.

As simulações da poupança foram realizadas no site do Banco Central do Brasil e as do Tesouro Prefixado 2021 no site do Tesouro Direto. Evidentemente elas são válidas para a data deste artigo. Em outra data os números serão diferentes.

A sigla “LTN” que você verá na simulação do título público significa “Letras do Tesouro Nacional”. Esse era o nome do título Tesouro Prefixado até fevereiro de 2015, quando o Tesouro Nacional atualizou a nomenclatura de todos os títulos.

Observe que sobre o Tesouro Prefixado 2021 é descontado o imposto de renda e a taxa de custódia. Ainda assim, como você verá, ele rende muito mais que a poupança. Na simulação não consideramos a taxa de administração da corretora, uma vez que algumas instituições não cobram essa taxa e você é livre para escolhê-las.

Observe ainda que na simulação da poupança consta a taxa de juros mensal de 0,5%, que é a taxa equivalente a 6,17% ao ano.

ATENÇÃO: Para garantir a rentabilidade prometida pelo título público você deve manter sua aplicação até o vencimento do título. Se resgatar antes, pode até perder dinheiro.

Vamos às simulações.

Para quem tem R$ 1.000,00 para investir

Se investir na poupança:

Tesouro Prefixado

Se investir no Tesouro Prefixado 2021:

Tesouro Prefixado

Juros líquidos acumulados até 01/01/2021:

  • Na poupança: R$ 362,37
  • No Tesouro Prefixado 2021: R$ 944,85

Para quem tem R$ 10.000,00 para investir

Se investir na poupança

Tesouro Prefixado

Se investir no Tesouro Prefixado 2021

Tesouro Prefixado

Juros líquidos acumulados até 01/01/2021:

  • Na poupança: R$ 3.623,72
  • No Tesouro Prefixado 2021: R$ 9.448,54

Para quem tem R$ 100.000,00 para investir

Se investir na poupança

Tesouro Prefixado

Se investir no Tesouro Prefixado 2021

Tesouro Prefixado

Juros líquidos acumulados até 01/01/2021:

  • Na poupança: R$ 36.237,24
  • No Tesouro Prefixado 2021: R$ 94.485,37

Percebeu que o capital inicial praticamente dobrou em todas as simulações do Tesouro Prefixado 2021?

Agora é com você

Está decidido a sair da poupança para investir no Tesouro Prefixado? Deixe seu comentário se você gostou deste artigo ou se quiser tirar alguma dúvida.

Já conhecia ou já investe no Tesouro Prefixado? Compartilhe o artigo para que mais pessoas conheçam essa oportunidade.

Não sabe como ter acesso ao Tesouro Prefixado? Cadastre seu e-mail para receber em primeira mão novos artigos que vão te ensinar passo a passo como investir nos títulos públicos.

Nos falamos em breve.

  • Oi Larissa. Para investir nos títulos públicos você deve abrir conta em uma corretora. Os bancos privados também atuam como corretora, mas cobram uma pequena taxa de administralçao que vai diminuir um pouco a sua rentabilidade. Algumas corretoras não cobram essa taxa. Dê uma olhada nesta: http://www.easynvest.com.br

    Abração!

  • Larissa Comitre

    Parabéns pelo texto Rômulo! Muito interessante e esclarecedor!!
    Esse tipo de investimento podemos fazer atraves de qualquer banco privado?